Sensor de Temperatura

Sensor de Temperatura

INFORMAÇÕES TÉCNICAS

 

Função

São termômetros que transformam temperatura em sinais elétricos para serem interpretados pelo painel do veículo ou pela ECU da Injeção Eletrônica da Moto. Peça fundamental para controlar a temperatura no sistema de arrefecimento das motocicletas.

 

Aplicação

Temperatura do motor: Mede a temperatura do líquido arrefecedor nos motores refrigerados a água e a temperatura do óleo nos motores refrigerados a ar.

 

Princípio de Funcionamento

Os sensores de temperatura utilizados nos sistemas automotivos são basicamente termistores (resistores do tipo NTC). Estes sensores são constituídos de uma cápsula ou suporte, onde é montado o elemento NTC (fig 1) Como mostra a (fig 2), a principal característica do termistor (NTC do inglês: Negative Temperature Coefficient ou coeficiente negativo de temperatura) é a de apresentar uma variação acentuada de sua resistência elétrica com relação à temperatura à qual está submetido.

aumento de temperatura → diminuição da resistência 

diminuição de temperatura → aumento da resistência 

A montagem do Sensor depende da aplicação a qual se destina. Naqueles utilizados na medição da temperatura do motor, o elemento NTC fica alojado dentro de uma cápsula de proteção, que isola o líquido arrefecimento.

 

 

 

 

 

 

 

 

Importante: Alguns modelos de veículos utilizam um sensor de temperatura junto com um interruptor térmico, chamado DUPLEX. Este sensor além de informar a temperatura no painel através do ponteiro também aciona um alarme ou lâmpada para informar excesso de temperatura ( veja mais informações no capítulo Interruptor Térmico)

 

Localização

Sensor de temperatura do motor: na válvula termostática, no bloco do motor ou na base do coletor de admissão, quando por está circula líquido arrefecedor (motores a álcool)

 

Utilização

Sensor de temperatura do motor – Utilizado para:

  • Indicar através do ponteiro o valor da temperatura do líquido do motor em grau Celsius.
  • Acionar a injeção de gasolina na partida a frio de veículos a álcool.

 

Quando não funciona

  • Sensor de temperatura do motor: Indicação incorreta da temperatura, deixando de se evitar o superaquecimento.

 

Manutenção

Cuidados quando trocar o Sensor:

  • Deve-se evitar o excesso de aperto
  • Fazer a sangria (retirada do ar) do sistema de arrefecimento

 

Diagnóstico

Para estes sensores há três tipos de falhas: 

  1. O sensor envia informação errada, dentro da faixa de trabalho
  2. O sensor envia informação errada fora da faixa de trabalho (sensor em curto ou aberto)
  3. A informação é errada (curto ou aberto) para certas temperaturas ( falha intermitente)

Em todos os casos, o diagnóstico pode ser realizado utilizando um equipamento de teste; o voltímetro

Para o caso 1: Utilizar o valor de escala correto e comparar com a temperatura real do motor

Para o caso 2: Sensor em curto: Valor Zero do display – Sensor aberto: Nenhum valor do display

Para o caso 3: Com o sensor conectado, verificar a presença de eventuais descontinuidades (saltos de tensão) na medição do sinal do sensor, enquanto o motor aquece desde temperatura ambiente até a normal de trabalho. Para a verificação de calibração, além do ohmímetro, é indispensável dispor da curva característica da tabela de calibração fornecidas pelo fabricante.

 

Cuidados

  • Verifique sempre o sensor de temperatura correto para cada modelo de veículo.
  • Nunca faça manutenções com o sistema de arrefecimento quente. Grande risco de queimaduras.
  • Qualquer sintoma de excesso de temperatura, estacione em local seguro e desligue o motor imediatamente.
  • Checar o nível do líquido semanalmente com o motor frio.
  • Utilizar sempre o  líquido de arrefecimento especificado e na proporção correta.
  • Não completar com água pura, pois dilui a concentração de etileno-glicol.
  • Diminuição do nível do líquido deve ter algum vazamento no sistema.
  • Faça sempre a manutenção preventiva dos Sensores a cada 30.000 km.

 

Garantia

– Os produtos da MTE- THOMSON possuem garantia de 01 ano contra defeitos de fabricação ou material, a partir da data de compra pelo usuário final.

–  A garantia não tem validade para peças danificadas por erros de instalação, aplicação ou acidente

– A reposição ocorrerá no local de compra mediante a apresentação da  nota fiscal, conforme descrito no procedimento de garantia.

– Esta garantia é válida apenas para os produtos MTE-THOMSON.

 

 

Compartilhe!

Faça uma busca:

Buscar...
Generic filters
Filter by Custom Post Type
BrazilUSAGermanSpainMexico