Back

Sindirepa-SP firma convênio com o Banco do Povo Paulista

O acordo firmado entre Sindirepa-SP (Sindicato da Indústria de Reparação de Veículos e Acessórios do Estado de São Paulo) e o Banco do Povo Paulista proporcionará aos associados da entidade concessão de crédito ágil e barato, dentro dos parâmetros estipulados pelo Conselho de Orientação do Fundo de Investimentos de Crédito Produtivo Popular de São Paulo.

Desta forma, segundo o presidente do Sindirepa-SP, Antonio Fiola, será possível atender às necessidades de crédito do setor de reparação de veículos, contribuindo para o desenvolvimento das oficinas que não encontram condições favoráveis de linha de crédito no sistema financeiro. “Além disso, o próprio custo desses financiamentos inviabiliza a operação”, considera Fiola.

O convênio com o Banco do Povo Paulista vem preencher essa lacuna tão importante e que tem sido um obstáculo para as oficinas conseguirem recursos para investimentos necessários em equipamentos e capacitação de mão de obra e também melhorias nas instalações.

O plano de trabalho consistirá na realização de atividades capazes de incentivar os mecanismos já existentes de crédito produtivo popular (microcrédito), entre outras iniciativas que visam promover a geração de trabalho e renda, de acordo com o estabelecido na Lei nº 9.533, de 30 de abril de 1997 e no Decreto n° 43.283, de 03 de julho de 1998.

Para isso, o Sindirepa-SP deverá contar com um atendente treinado pela secretaria que será responsável pelo programa e orientará as empresas associadas.

O protocolo de intenções e termos de cooperação entre o governo do Estado de São Paulo, por intermédio da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho do Estado de São Paulo, foi assinado no dia 20 de agosto, no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo. Além do Sindirepa-SP, outras entidades firmaram a parceria, como Sebrae-SP, Simpi, Itestsp e o Sindicato dos Taxistas Autônomos-SP. A proposta do governo é implementar ações sociais integradas para fortalecer as políticas de empreendedorismo no estado.

O secretário de Estado do Emprego e Relações do Trabalho, Carlos Ortiz, que esteve presente na cerimônia revela que o Banco do Povo Paulista alcança o pequeno empresário, e é capaz de gerar emprego, renda e qualidade de vida à sociedade paulista. O governador Geraldo Alckmin e o vice-governador Afif Domingos também participaram do evento.

Alckmin salientou que “os microcréditos não estimulam o consumo, mas, sim, a geração de renda para a montagem de negócios que estimulem o empreendedorismo”. “A justiça social cria condições para as pessoas crescerem, enquanto o trabalho nos faz feliz”, acrescentou.

Instituído em meados de 1998, o Banco do Povo Paulista chega a marca de R$ 1 bilhão em empréstimo pelo programa de microcrédito, beneficiando 300 mil empreendedores e está presente em 483 municípios, com 498 agências. A meta até 2014 é ter uma agência em cada uma das 645 cidades do Estado de São Paulo. O volume de empréstimo no primeiro semestre deste ano dobrou em relação a 2011 atingindo o valor de R$ 107 milhões. Os valores variam de R$ 200 até R$ 15 mil, com taxa de juros de 0,5% (meio por cento) ao mês e prazo de até 36 meses para pagamento.

Fonte: Assessoria de Imprensa Sindirepa-SP
Foto: Divulgação

GermanSpainUSABrazil