Back

Revisão em conta fora da rede

transito 300x202 - Revisão em conta fora da rede

Se não dá para fugir dos gastos com a manutenção do carro, é possível economizar um bom dinheiro fazendo as revisões fora das concessionárias. Mas essa prática só vale a pena para veículos cuja garantia tenha expirado – para os que ainda estão cobertos pelas fabricantes, trocar peças e realizar serviços mecânicos ou elétricos em empresas independentes implica perda imediata do benefício.

Na revisão dos 20 mil km, a maioria das montadoras determina apenas a troca do óleo do motor e dos filtros de ar, óleo e combustível. São serviços simples, que as autorizadas vendem em pacotes com preço fechado, entre R$ 300 e R$ 550, dependendo do carro.

Na Highway (3034-0020), oficina na zona oeste, o preço dessas peças para um Volkswagen Fox com motor 1.0, por exemplo, é de R$ 260, incluindo a instalação. Na rede de concessionárias da marca, o dono de um modelo 2012 com 20 mil km rodados teria de desembolsar R$ 398 pelo mesmo serviço.

Tanto para um Renault Sandero 1.6 8V quanto para um Peugeot 207, esse “pacote” custa R$ 295 na Highway. Nas concessionárias dessas marcas, cobram-se R$ 518 e R$ 425, respectivamente.

Na revisão dos 40 mil km, em que são acrescidos itens como troca do fluido de freio e das velas de ignição, o preço fica ainda mais salgado. Nas autorizadas Peugeot são R$ 680 para o 308 com motor 2.0 e na Ford, R$ 852 para o Fiesta Rocam. Já na Oficina Brasil (5182-1190), rede com 19 lojas na capital, os mesmos serviços custam, respectivamente, R$ 529 e R$ 423.

Por causa dos altos valores, a maioria dos consumidores foge das autorizadas após o fim da garantia do carro. É o caso do farmacêutico Fábio Alessandro de Freitas, que passou a levar seu Logan à Tato Serviços Automotivos (4109-4346), em São Bernardo do Campo, no ABC, assim que a cobertura de três anos expirou.

Ele diz que não se arrepende. “A diferença de preço é enorme.” O sedã apresentou um problema na suspensão e foi preciso trocar um pivô. “Na Renault, queriam substituir a bandeja inteira”, conta.

Na Tato, a troca de óleo e filtros para Gol G5 e Clio com motores 1.0 é de R$ 224 e R$ 251, respectivamente. Nas autorizadas custariam R$ 383 e R$ 405.

Fonte: Tiago Lasco – Jornal do Carro 06/06/13

GermanSpainUSABrazil