Back
fusca

22 de junho – Dia mundial do Fusca: merecido!

Fusca, Fusquinha, Fusketa, Fafá, Besouro… vários já foram os nomes e apelidos que esse queridinho do mundo recebeu desde o seu primeiro lançamento em linha de produção na Alemanha, lá nos idos de 1938…

Com 70 mil unidades produzidas, foi usado como veículo militar na segunda guerra mundial, com motor de 1.131 cc e 26 cv. No pós-guerra, foi praticamente dizimado e esquecido até Ivan Hirst, um major inglês redescobrir o veículo, retomando sua produção entre os escombros da antiga fábrica, retornando ele a versão original.

Sua história no Brasil tem início em 1953, sendo montado aqui com peças importadas da Alemanha. Sua produção nacional começou apenas em 1959 e permaneceu até 1986. Durante este período, o veículo passou por várias reformulações e modernizações, tanto de motorização como de carroceria. Em 1993, a pedido do então Presidente Itamar Franco, ele retorna a linha de produção da Volkswagen, onde permanece até 1996, onde definitivamente foi encerrada com a produção da “Série Ouro”, as últimas 1.500 unidades fabricadas.

No Brasil, foram 3,3 milhões de Fuscas fabricados. No mundo todo, a produção foi de mais de 21,5 milhões de unidades. Segundo o Detran-SP, atualmente são mais de 827 mil veículos somente no estado de São Paulo!

Antigamente dizia-se “Fusca – um dia você ainda vai ter um!”… e como não ter se era o veículo mais barato, versátil e econômico do mercado?

Tantos anos depois, ainda existem vários entusiastas do modelo, além de clubes e exposições dedicados somente ao Fusca. No Brasil, ainda temos o dia 20 de janeiro, onde comemoramos o dia Nacional do Fusca.

Em nossa “Linha Clássicos”, temos peças de reposição para o modelo. Consulte nosso catálogo eletrônico.

Com tanta história, nada mais justo do que nosso devido respeito e homenagem, a esse veículo que já fez tanto pela nossa história. E com certeza muita gente também tem história na vida com ele… quer nos contar a sua??? Deixe nos comentários!!!

E Feliz dia Mundial do Fusca!

GermanSpainUSABrazil